CALENDÁRIO DA DANÇA

XVI Edição do Fórum Nacional de Dança: uma jornada pela valorização e reconhecimento da dança brasileira

Imagem: Lançamento da Frente Parlamentar em Defesa dos Profissionais da Dança. Foto Marilia Rameh. | Sexta, 08 de Dezembro de 2023 | por Portal MUD |

Nos dias 5, 6 e 7 de dezembro, o Instituto Federal de Brasília (IFB) foi palco da XVI Edição do Fórum Nacional de Dança (FND), um evento emblemático que reuniu artistas, representantes de movimentos e associações de dança de todo o Brasil. Esta edição do FND, fundado em 2001 para fortalecer e autonomizar a dança como área de atuação e conhecimento, teve como objetivo central a preparação de propostas da dança para a IV Conferência Nacional de Cultura em 2024.

Participantes no primeiro dia da XVI Edição do Fórum Nacional de Dança (FND). Foto Talita Bretas.


Durante o evento, temas cruciais foram discutidos, destacando-se a relação participativa dos profissionais da dança com as legislações que regem a profissão, incluindo questões relacionadas à formação, mundo do trabalho e acesso. Um dos pontos altos foi o lançamento da Frente Parlamentar em Defesa dos Profissionais da Dança, um passo significativo na luta pela regulamentação trabalhista e valorização desses artistas.

A Frente Parlamentar, concebida pelo deputado federal Carlos Zarattini (PT-SP), foi oficialmente lançada na Câmara dos Deputados (dia 5/12), representando uma resposta à necessidade premente de criar um espaço político dedicado à discussão sobre a valorização dos profissionais da dança. A cerimônia de lançamento contou com a presença de parlamentares, Rui Moreira, diretor de Artes Cênicas da Fundação Nacional de Artes (Funarte), e representantes da diretoria do Fórum Nacional da Dança, bem como representantes de associações e movimentos de dança de todo o Brasil.


Carlos Zarattini, presidente da Frente Parlamentar, enfatizou a importância da união para a elaboração de projetos de lei que atendam às demandas da categoria, com foco na criação de legislação e na alocação de recursos para o setor cultural. A possibilidade de estabelecer aposentadoria especial para os profissionais da dança e incluir a atividade na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) no contexto do Microempreendedor Individual (MEI) são alguns dos principais pontos de discussão.

O deputado Áureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), coautor da proposta da Frente, sublinhou a importância da coletividade e participação dos artistas para alcançar resultados concretos. Parlamentares como Fernanda Melchionna (PSOL-RS) e Juliana Cardoso (PT-SP) ressaltaram a importância da mobilização coletiva para garantir conquistas e fortalecer a cultura no Brasil.

Dentro do contexto do FND, representantes estaduais do Fórum Nacional da Dança compartilharam perspectivas sobre a trajetória histórica dos profissionais da dança em busca de reconhecimento e valorização.

O encerramento da XVI Edição do Fórum Nacional de Dança foi marcado pela presença significativa de Maria Mariguella, presidenta da Funarte, e Rui Moreira, coordenador de Artes Cênicas da Funarte. Ambos expressaram forte apoio à dança e reafirmaram seu comprometimento com essa forma de expressão, encerrando o evento com uma mensagem otimista para o futuro da dança no Brasil.

Maria Mariguella, Presidenta da Funarte, destaca-se no centro, vestindo vermelho, entre os representantes estaduais durante o XVI Fórum Nacional de Dança. Foto Talita Bretas.


O FND continua a ser um espaço crucial para a discussão e promoção da dança no país, representando um passo significativo em direção à valorização e reconhecimento dos profissionais dessa arte tão importante. O lançamento da Frente Parlamentar complementa esses esforços, proporcionando uma plataforma política para impulsionar a regulamentação trabalhista e o reconhecimento merecido para os artistas da dança no Brasil.

___________________________________________________

Diretoria do Fórum Nacional de Dança e representantes estaduais presentes na XVI Edição do Fórum Nacional de Dança: Alexandre Molina, Ana Beatriz Magalhães Mattar, Ana Rosângela Colares Lavand, Andréa dos Santos Melo, Andréa Peres Barboza, Antônio Junior de Sousa Uchôa, Duda Freyre, Dulce Aquino, Cléia Plácido, Cleide Façanha, Denise Acquarone, Fábio Moura Pereira, Fábio Sabath, Franciella de Andrade Cavalheri de Jesus Santos, Gardênia Coleto, Helena Bastos, Hugo Silva de Oliveira, Janaína Santos de Oliveira, Jefferson Figuerêdo, João Paulo Gross, João Vicente e Silva Miranda Lage, José Elidio Pereira Neto, Jaú, Jussara Braga Bastos, Katya Souza Gualter, Leonardo Camargo Soares da Cruz, Levi Costa, Lucas Fernandes Rodrigues, Luzia Amelia Silva Marques, Marcela Aragão, Maria Sofia Villas Bôas Guimarães, Marília Rameh, Marise Gomes Siqueira, Matheus de Luca Faria Aguiar, Matias Santiago Oliveira Luz Júnior, Mônica Lira, Rensch Reiva, Rodrigo Alcântara, Ronildo Cabral de Sousa, Roselena Meiguins de Oliveira, Roselia Lobato Silva, Sandro Borelli, Sebastião de Sales Silva, Sylvia Aragão, Talita Bretas, Verusya Santos Correia, Wenderson Godoi dos Santos, Wilkinson do Nascimento de Oliveira, William Pereira Monte.

Diretoria da Frente Parlamentar em Defesa dos Profissionais da Dança: deputado Carlos Zarattini (PT-SP) como presidente, Áureo Ribeiro (Solidariedade-RJ) como 1º vice-presidente, Fernanda Melchionna (PSOL-RJ) como 2º vice-presidente, Jandira Feghali (PCdoB-RJ) como 3º vice-presidente, Alice Portugal (PCdoB-BA) como 4º vice-presidente e Laura Carneiro (PSD-RJ) como secretária-geral.


* Os assuntos discutidos nesta matéria estão em sintonia com o conteúdo disponibilizado pelas Assessorias de Imprensa do FND e do Deputado Federal Carlos Zarattini.



Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Portal MUD; a responsabilidade é do autor da mensagem.