MURAL DA DANÇA

O passado, o presente e o futuro da dança

Quarta, 22 de Agosto de 2018 | por Natália Gresenberg |

No último dia 18 de agosto, aconteceu no Studio Giselle, em São Caetano do Sul/SP, o Fórum "Sobre o presente e o futuro da dança", com a participação especial de Ana Botafogo e Thiago Soares e também Alice Arja (Representante do Miami City Ballet), Giovana Puoli, Jhean Allex e Renan Rodrigues.

Após um dia inteiro de workshops, a casa continuou cheia de jovens bailarinos e diretores de escolas de dança interessados em discutir e pensar a dança. Durante o fórum, uma generosa e necessária iniciativa para os que vivem de dança, ouvimos relatos dos diferentes profissionais que constroem a nossa história – bailarinos, professores, diretores de academias e de companhias de dança e gestores. Em que pese as atribuições de cada profissional sejam diferentes, o fio condutor que os liga é sempre o mesmo: determinação, união e amor pela dança.

Thiago Soares, atualmente o nosso maior expoente da dança, nos ensinou sobre perseverança e determinação ao compartilhar a história de sua trajetória artística até chegar a primeiro bailarino da The Royal Ballet. Ressaltou aspectos importantes, como a relevância do planejamento estratégico da carreira de um bailarino e o profissionalismo necessário para a construção de uma excelente reputação profissional e enalteceu a importância de conhecer e valorizar os nossos mestres.

Ana Botafogo, a nossa maior bailarina e grande homenageada da noite, falou sobre a importância da dança em sua vida e sobre a transição de bailarina à de diretora do Corpo de Baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. A aposentadoria dos palcos não a impediu de fazer o que ama: dançar! Aulas diárias de dança continuam em sua rotina.

Alice Arja compartilhou a sua trajetória profissional e a busca pelo seu objetivo primordial: possibilitar que jovens talentos tenham oportunidades de viver da dança fora do Brasil. Hoje é representante do Miami City Ballet na América Latina e também, à frente da Alice Arja Escola de Dança, no Rio de Janeiro, segue em sua missão de formar profissionais da dança.

Giovana Puoli nos falou apaixonadamente sobre a sua missão na dança: ensinar! Existem diversos caminhos para se viver da dança e ser bailarino não é a única maneira. A formação tem papel essencial no desenvolvimento da dança como ciência do conhecimento. Sem os grandes mestres não há bailarinos e sem bailarinos não há dança...

Renan Rodrigues (diretor do Raça Cia de Dança) e Jhean Allex (diretor artístico do Raça Cia de Dança) compartilharam memórias da saudosa Roseli Rodrigues, profissional responsável pelo desenvolvimento de uma nova linguagem do jazz no Brasil e pela formação de inúmeros profissionais que constroem a dança hoje no país. A relevância de Roseli Rodrigues para a dança é realmente imensa! Todos os nossos professores do Laboratório da Dança foram alunos desta grande mestra e tiveram suas vidas pessoais e profissionais mudados por ela. É possível ouvir isso nas entrevistas de Jhean Allex, Anderson Couto, Edson Santos, Andrea Sposito e também nas aulas desses profissionais em nossa plataforma.

Reunir grandes nomes e um grande público para debater o passado, o presente e o futuro da dança é uma iniciativa necessária para juntos, construirmos a história da dança brasileira diariamente.

Obrigada a todos os profissionais por nos enriquecerem com suas ideias e memórias e um agradecimento especial ao Studio Giselle por insistir na união de esforços para tornar a cena da dança cada dia melhor!

Juntos somos mesmo mais fortes.

Publicado por :



Natália Gresenberg

Gestora cultural e advogada



Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Portal MUD; a responsabilidade é do autor da mensagem.