CALENDÁRIO DA DANÇA

Marcus de Lontra Costa e Christine Greiner conversam sobre arte, corpo e afetividade em dois encontros online

Imagem: Marcus de Lontra Costa e Christine Greiner | Terça, 24 de Maio de 2022 | por Portal MUD |

O projeto “Lembrei que Esqueci”, proposto pelo artista Marcus Moreno com apoio do 29º edital do Programa de Fomento à Dança, que tem como foco básico investigar o tempo e a construção das memórias no momento presente no corpo que dança, prepara agora duas conversas que contribuem com um aprofundamento ainda maior da pesquisa: na manhã da última terça-feira de maio (31/5, das 10h às 11h30), Marcus de Lontra Costa discorre sobre “Amélia Toledo: Lembrei que Esqueci”; e na terça seguinte (7/6, mesmo horário), Christine Greiner desenvolve o tema “Afetividade e os Desafios da Arte Contemporânea”. A transmissão, online, será pela plataforma ZOOM e os Ingressos, gratuitos, devem ser retirados pelo Sympla via Portal MUD (Museu da Dança).

Sempre envolvido com a arte, seja como criador de Museus (MAM, de Brasília, e o MAMAM - Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, no Recife), como diretor (MAM, do Rio de Janeiro), curador de exposições nacionais e internacionais, ou como colunista de jornais e revistas (Revista Módulo, de Oscar Niemeyer, Isto É e jornal O Globo), nesta conversa, Marcus de Lontra Costa, que foi curador da exposição “Amélia Toledo: Lembrei que Esqueci”, realizada no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB-SP), e ganhou o APCA, Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte, contará um pouco da trajetória da escultora, pintora, desenhista e designer, que viveu em plena produção artística até os 90 anos.

Em “Afetividade e os Desafios da Arte Contemporânea”,  a mestra no curso de Comunicação das Artes do Corpo (PUC-SP), no Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica, onde coordena o Centro de Estudos Orientais; e pesquisadora de produtividade cientifica nível 2 no CNPq, Christine Greiner falará principalmente sobre como experiências artísticas podem intervir nas discussões e relações de poder que surgem toda vez que é preciso lidar com singularidades em oposição a construções coletivas, contribuindo para reflexões que coloquem os afetos e as singularidades como estados de criação.

O projeto “Lembrei que Esqueci” já realizou aulas de preparação corporal abertas ao público, residência artística, seminário sobre artes e neurociência, apresentações de criações coreográficas em generosa circulação pelos quatro cantos da cidade e, em breve, irá estrear um novo trabalho.

_________________________________________________________

Serviço:

Amélia Toledo: Lembrei que Esqueci – Conversa com Marcus de Lontra Costa

Dia 31/5 (terça-feira), 10h às 11h30


Afetividade e os Desafios da Arte Contemporânea – Conversa com Christine Greiner

Dia 7/6 (terça-feira), 10h às 11h30


*Os dois encontros contam com recursos de acessibilidade em tradução em libras.

Plataforma ZOOM - Ingressos retirados pelo Sympla via Portal MUD (Museu da Dança)

Grátis



Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Portal MUD; a responsabilidade é do autor da mensagem.