CALENDÁRIO DA DANÇA

Calendário da Dança - 13 a 16 de setembro de 2018

Imagem: Balé da Cidade (Divulgação). Foto: Fabiana Stig. | Segunda, 10 de Setembro de 2018 | por Portal MUD |

Programação variada de estreia, espetáculos, curso e festival! Essa semana o Balé da Cidade de São Paula estreia uma releitura da clássica obra “A Sagração da Primavera” em comemoração ao cinquentenário da cia. A Cia da Vila apresenta o espetáculo inspirado no artista plástico brasileiro Tunga e com coreografia de Liliane de Grammont, nossa professora do Laboratório da Dança. A Cia Carne Agonizante do diretor Sandro Borelli propõe uma reflexão sobre dança, política e ditadura militar. O Espaço 8 Arte e Cultura oferece o curso “História da Dança como Museu”, que aborda a discussão sobre a dança no espaço público de museus. E o 3º Festival Belly Pet Dance para quem quer divulgar o seu trabalho e ajudar a causa animal!


DANÇA CONTEMPORÂNEA

CIA DA VILA com o espetáculo AMOR EM 4 ATOS – TRANÇAS DE TERESA (SP) – 13 a 15 de setembro

Tecer relações às vezes se impõe como um enigma, ver o mundo como um mistério, nos faz querer alargar esse mundo, compreender mais esse mundo... ... acho que o grande mistério é o mistério da vida. Sendo ele um grande mistério, precisa ser olhado é preservado com atenção. Acho que a grande poesia é a poesia desse mistério. E, evidentemente, não há vida sem amor né? Amor no sentido mais profundo da palavra.” Tunga

O segundo ato da série Amor em 4 Atos, “Tranças de Teresa”, parte de uma pesquisa sobre o artista plástico brasileiro Tunga e sua intersecção com o amor e suas relações contraditórias. Com coreografia de Liliane de Grammont, nossa professora no Laboratório da Dança!

Informações aqui.


CIA CARNE AGONIZANTE com o programa DANÇA COMO INSTRUMENTO REFLEXIVO (SP) – 13 a 16 de setembro

Em cena, a Carne Agonizante propõe que o insólito e o absurdo possam ser percebidos por meio de várias situações: uma detalhada descrição de métodos de tortura dos regimes antidemocráticos, abrigando e acobertando assassinos; a cruel e irônica omissão de um observador estrangeiro; e a estranha relação entre o poder oficial e o condenado.

O grupo amplia a pesquisa em direção às torturas cometidas pela ditadura no Brasil nas décadas de 1960, 1970 e 1980. Por meio de uma estrutura de gestos, ações e movimentos, é construída uma dramaturgia corporal, com diálogo constante entre dança e teatro, o que gera um jogo de tensão no espectador. “Colônia Penal” caracteriza-se como um atentado contra a dignidade humana, em que o anti-herói kafkiano é lançado, torturado e executado nos porões do regime militar brasileiro.

Mais Informações aqui.


BALÉ DA CIDADE DE SÃO PAULO com o espetáculo A SAGRAÇÃO DA PRIMAVERA (SP) – 15 a 22 de setembro

Em seu cinquentenário, o Balé da Cidade de São Paulo também celebra Igor Stravinsky com uma releitura de uma das mais importantes obras do século XX, A Sagração da Primavera, que foi coreografada por um dos iniciadores da dança moderna Vaslav Nijinsky.

Dirigido por Ismael Ivo, a companhia apresenta o espetáculo como dentro de um campo de batalha. “Ele questiona nossa existência e os parâmetros entre as fronteiras da ‘vida e morte’. Uma luta pela sobrevivência”, explica Ivo. As apresentações serão acompanhadas pela Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo sob a regência do maestro Roberto Minczuk.

Mais informações aqui.


ESPAÇO 8 ARTE E CULTURA oferece o curso A HISTÓRIA DA DANÇA COMO MUSEU (SP) – de 15 de setembro a 06 de outubro

Este projeto de ensino da História da Dança aborda a discussão recente sobre a dança no museu. Ao longo do curso almeja-se expor as ideias, discussões, e definições sobre as relações entre o museu e as produções com a dança e a coreografia. Trabalha-se com a hipótese de que a dança no museu redefine a noção de visualidade no campo das artes visuais; e o museu como locos potente para apresentações da dança e da coreografia ampliadas. Os alunos poderão ter novas experiências sobre o corpo, o tempo, o espaço, a arquitetura, através da concepção de um museu de ideias, de movimento e de experiências. O museu, por sua vez, torna possível para a dança imaginar um novo espaço público, que potencialmente permite novos formatos de exibição, de conservação de obras, de produção e compartilhamento do conhecimento sobre o corpo que dança.

Veja mais aqui.


DANÇA DO VENTRE | TODOS OS ESTILOS DE DANÇA

3º FESTIVAL BELLY PET DANCE (SP) – 16 de setembro  

Evento criado e organizado por Rachel Moreno com o objetivo de unir artistas da dança e ajudar os animais (cachorros e gatos). O ingresso para assistir ao festival é 2Kg de ração GOLDEN - 1Kg gato/1Kg cachorro. Todas as modalidades de dança podem participar! Se você é amante da dança, quer divulgar seu trabalho, levar seus alunos para dançar e ainda ajudar os animais, este é o seu festival!

Informações aqui.


Calendário da Dança do Portal MUD é uma plataforma de divulgação colaborativa. O seu evento também pode ser divulgado no portal e em nossas redes sociais!

Basta criar o seu perfil profissional e/ou o do seu negócio no Mural da Dança e criar o seu evento. Cadastre-se aqui e crie agora mesmo o seu evento.

A criação e divulgação do primeiro evento é gratuita! Conheça as vantagens de assinar o plano premium do Mural da Dança.

Faça parte você também! 



Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Portal MUD; a responsabilidade é do autor da mensagem.