CALENDÁRIO DA DANÇA

Balé da Cidade de São Paulo estreia A Biblioteca de Babel

Imagem: Foto Fabiana Stig | Terça, 28 de Maio de 2019 | por Portal MUD |

A Biblioteca de Babel é o segundo espetáculo da temporada 2019 do Balé da Cidade de São Paulo com estreia no dia 14 de junho, às 20h, no Theatro Municipal de São Paulo. As apresentações ainda seguem nos dias 15, 19, 20, 21 e 22, às 20h, e nos dias 16 e 23 às 18h. A venda dos ingressos iniciará nesta quarta-feira (22).

O diretor artístico da companhia Ismael Ivo assina a ideia e o conceito junto com Marcel Kaskeline (também cenógrafo do espetáculo). A coreografia também é de Ismael Ivo, figurinos de Gabriele Frauendorf e desenho de luz de Marco Policastro.


Ivo esclarece que o objetivo é discutir os princípios da comunicação, a evolução e o entendimento entre os homens. Para isso, partiu da ideia do conto Biblioteca de Babel, do escritor argentino Jorge Luiz Borges, em que os corpos são compreendidos como um livro em sua própria exclusividade, um documento das nossas vidas e existência.   A referência no espetáculo é categórica, o público se depara com os bailarinos arquivados em uma prateleira como um livro, uma espécie de arquivo humano. Em um primeiro momento, isolados, ‘encaixotados’, cada um no seu mundo.  “Mas o ‘livro individual’ precisa ser aberto para que se descubra seu conteúdo, pois ali estão impressos todos os aspectos e informações: qualidades, defeitos, talentos, ajustes, desajustes e infinitas vivências do homem”, completa.

Neste momento de “ruptura”, se estabelece um confronto de ideias e a produção passa a discutir questão de aceitações, inclusão e tolerância entre os homens.  O balé evolui para uma alusão ao mito da “Torre de Babel” em que uma ventania derrubou a torre e espalhou os cidadãos com idiomas diferentes pelo mundo, indivíduos que precisavam conviver e aceitar as diferenças.

Para a construção deste espetáculo todos os 34 bailarinos tiveram que estudar a teoria da Evolução da Espécie Humana, de Charles Darwin, e mergulharam no trabalho do fotógrafo Eadweard Muybridge que se especializou em captar os movimentos de locomoção dos homens e dos animais.

A Biblioteca de Babel é a concretização de uma pesquisa realizada anteriormente por Ismael Ivo, que resultou na produção Biblioteca del Corpo, também inspirado no conto Biblioteca de Babel. Há sete anos Biblioteca del Corpo foi apresentada por 25 integrantes do projeto L´ Arsenale dela Danza, da Bienal de Dança de Veneza, na Itália, que teve Ivo como diretor.


Sobre Balé da Cidade de São Paulo

O Balé da Cidade de São Paulo foi criado em 7 de Fevereiro de 1968. Inicialmente com a proposta de acompanhar as óperas do Theatro Municipal e se apresentar com obras do repertório clássico, teve Johnny Franklin como seu primeiro diretor artístico. Em 1974, sob a direção Antonio Carlos Cardoso, a companhia assumiu o perfil de dança contemporânea, que mantém até hoje. Em todos esses anos, o repertório se definiu com um celeiro de novos vocábulos de dança, inovação de movimento e criação de novas expressões artísticas.

Abrigou um corpo de solistas qualificados que com coreógrafos de alta qualidade marcaram uma época. Suas criações se destacam como inéditas e foram apresentadas com grande sucesso na plataforma nacional e internacional. A bem-sucedida carreira internacional da companhia teve início com a participação na Bienal de Dança de Lyon, França, em 1996. Desde então suas turnês europeias têm sido aclamadas tanto pela crítica especializada quanto pelo público de todos os grandes teatros onde se apresenta.

A longevidade do Balé da Cidade de São Paulo, o rigor e padrão técnico do elenco e equipe artística, atraem os mais importantes coreógrafos brasileiros e internacionais, interessados em criar obras para seus bailarinos e artistas. Atualmente, a companhia tem como diretor artístico o bailarino e coreógrafo Ismael Ivo que também é fundador, diretor e conselheiro do Festival ImPulsTanz, de Viena.


Sobre Ismael Ivo (Diretor artístico do Balé da Cidade de São Paulo)

É bailarino e coreógrafo. Dirigiu por oito anos o setor Dança na Bienal de Veneza e foi diretor e chefe de coreografia no Theatro Nacional Alemão. Fundador, diretor e conselheiro artístico do Festival ImPulsTanz, de Viena. Diretor e criador do projeto Biblioteca do Corpo. Atuou também como professor convidado da Max Reinhardt Seminar, na Universidade de Música e Artes Performáticas de Viena, e como Diretor Artístico do Prêmio Roma de Coreografia Contemporânea. No Brasil, é diretor artístico do Balé da Cidade de São Paulo.


SAIBA MAIS AQUI.


*TODA A PROGRAMAÇÃO É FORNECIDA PELA PRODUÇÃO DOS EVENTOS E/OU PELOS ESTABELECIMENTOS E ESTÁ SUJEITA A ALTERAÇÃO. CONFIRME SEMPRE ANTES DE SAIR DE CASA! 


Calendário da Dança do Portal MUD é uma plataforma de divulgação colaborativa. O seu evento também pode ser divulgado em nosso site e redes sociais!

Crie o seu perfil profissional e/ou o do seu negócio no Mural da Dança e divulgue o seu evento. Faça parte você também! 

A divulgação do primeiro evento é gratuita! Conheça as vantagens de assinar o  plano premium do Mural da Dança.



Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Portal MUD; a responsabilidade é do autor da mensagem.