O que se perde (2º Dança se Move Ocupa)

por Vinícius Santi | Nenhum Caminho

espetáculo | Dança Contemporânea

Em "O que se perde", os gestos envolvidos na dança espreitam a possível potência vital que deles possam emergir. Perder-se para adentrar o desconhecido de si mesmo e ganhar seu próprio mundo. Para um novo pensar é necessário que o indivíduo se vá. Como nos ritos, uma dança, uma passagem e uma morte.

Dançarino: Vinicius Santi | Trilha sonora: Cecilia Miglorancia | Luz: Canejo


Entre em contato
Localização