"FUNK PARA DANÇAR - CREMOSAS" com Janaina Jara

por TRANSVERSALIDADES POÉTICAS - CRD

Oficina | Todos os estilos de dança

Data: Aulas de 14 de Setembro a 5 de Outubro de 2021

Horário: terças-feiras das 15h às 17h.

Local:  As aulas serão realizadas pela plataforma Zoom.

Inscrições: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSd7BmBeUE3LZH_FwJ8SXB9rCQeRA0FdOrOM0_AMEcxIRL_BGQ/viewform

Gratuito.


LEIA ATENTAMENTE AS INFORMAÇÕES ABAIXO:

- Inscrições até 09/09/2021 ou até atingir o limite de participantes.

- Limite de participantes: 95 pessoas.

- Público alvo: pessoas interessadas em dançar, que queiram rebolar, e ter responsabilidade e consciência político racial, mediante a cultura funk, e ao rebolado em si.

- Publicação da lista de participantes dia 10/09/2021 no site https://www.transversalidadescrdsp.com.br/

- Os participantes serão contatados por e-mail no dia 10/09/2021 para adentrarem ao grupo de whatsapp da Oficina e confirmarem a participação. É necessário estar atento à chegada do e-mail e confirmação até data e horário limites.


A proposta da oficina é de nos reconectar com as nossas bacias, e que possamos aprender, juntes, a soltar o quadril. Trabalharemos movimentações direcionadas para a região pélvica que facilitem o rebolar. Discutiremos o funk, movimento periférico cultural, e para isso teremos momentos teóricos com documentários e discussões, para que seja enriquecida a visão dos participantes sobre o patriarcado e as amarras ao rebolar; o racismo que o movimento sofre; e o rebolado como um movimento de resistência no Brasil como uma dança afro-diaspórica. Trataremos da perseguição que ocorre aos bailes funks e aos jovens periféricos que aderem ao estilo funkeiro e mulheres que venceram através dessa música.

Necessidades materiais: Tapete ou cobertinha para deitar no chão.


Janaina Jara é bailarina interprete criadora, formada pela Escola de Artes Augusto Boal. É performer de bambolê, e aprendiz de bambolê com fogo e esta mergulhada na busca dos movimentos circulares, de quadril e de pelve! Tem se reencontrado com a Janaina adolescente, que adorava dançar funk despretensiosamente, e tem se aprofundado na potência das descobertas em mover essa região!