ENCANTAR, DESENCANTAR, REENCANTAR – Visitações cruzadas ao Samba do crioulo doido de Luiz de Abreu (Brasil) e à Bacantes – Prelúdio para uma Purga de Marlene Monteiro Freitas (Cabo Verde)

por Grupo de Estudos Etnografia e História das Práticas Artísticas e das Línguas das Áfricas – EHPALA

palestra | Todos os estilos de dança

Data: 15/09/2021

Horário: às 14h

Local:

Para participar da conversa: meet.google.com/vch-kgwn-exv (Google Meet).

Para apenas assistir: youtube.com/c/CursosdeDançaUFC (Youtube) 

Haverá certificado de participação para quem preencher a lista de presença. 

Duração: 2 horas

Gratuito


Quarta, 15/09, às 14h BR / 18h PT. 

O Grupo de Estudos Etnografia e História das Práticas Artísticas e das Línguas das Áfricas –EHPALA convida Daniel Tércio (ULisboa/Portugal) para abordar o tema ENCANTAR, DESENCANTAR, REENCANTAR – Visitações cruzadas ao Samba do crioulo doido de Luiz de Abreu (Brasil) e à Bacantes – Prelúdio para uma Purga de Marlene Monteiro Freitas (Cabo Verde). Com foco em questões étnico-raciais de raiz afro, as elaborações artísticas dos criadores da dança serão relacionadas com as noções de "tecnologias do encantamento" do antropólogo Alfred Gell.  

Daniel Tércio é bacharel em Filosofia e Licenciado em Belas Artes, com pós-graduação em História da Arte e o Doutoramento em Motricidade Humana na especialidade de Dança. É Professor Associado da Universidade de Lisboa (ULisboa), pela Faculdade de Motricidade Humana (FMH) e investigador do Instituto de Etnomusicologia Centro de Estudos em Música e Dança (INET-MD). Tem integrado a Direção deste centro de investigação, coordenando  o polo do INET-MD da FMH/ULisboa, liderando o grupo de Estudos da Dança. Como investigador principal coordenou o projeto “Dança Tecnologicamente Expandida” e atualmente coordena dois projetos: "Terpsicore", um arquivo sobre dança e artes performativas, e o projeto financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) "Performance Tecnologicamente Expandida" – TEPe, este em parceria com a Universidade Federal do Ceará. Também liderou dois projetos de intercâmbio com Universidades francesas. É autor de dois romances de ficção científica e de vários contos publicados por editoras portuguesas e brasileiras. Como crítico, os seus textos sobre dança aparecem regularmente na imprensa portuguesa desde 2004. Atualmente, os seus interesses vão da estética e história da dança aos estudos culturais, iconografia, tecnologias digitais e estudos da cidade.

Mediação de Marta Jardim, professora do Departamento de História da Arte da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e líder do grupo de estudos EHPALA, do CNPq. 

Haverá certificado de participação para quem preencher a lista de presença. 

Vem com a gente! 


Ficha técnica: 

Realização: Grupo de Estudos Etnografia e História das Práticas Artísticas e das Línguas das Áfricas –EHPALA

Entidades parceiras: Departamento de História da Arte da Universidades Federal de São Paulo (UNIFESP), Cursos de Bacharelado e Licenciatura em Dança e Mestrado Profissional em Artes (ProfArtes) do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará (ICA|UFC) e Instituto de Etnomusicologia Centro de Estudos em Música e Dança (INET-MD) de Portugal.

  • 15/09/2021
  • Quarta-feira: 14:00 - 16:00
  • Entrada gratuita
  • 18 anos
  • Local: Online
  • Endereço: Online,
  • Acessibilidade: Não
  • Capacidade: 100 pessoas