Corpo Anomia, Corpo Manifesto, Corpo Atrito

por Vera Sala e Wellington Duarte

espetáculo | Dança Contemporânea

CORPO ANOMIA, CORPO MANIFESTO, CORPO ATRITO  como terreno fecundo da desobediência identitário-estética em relação às linhas existenciais impostas.

CORPO ANOMIA, CORPO MANIFESTO, CORPO ATRITO propõe um confronto de imagens e discursos tão distintos quanto inter-relacionados. Os efeitos da justaposição busca no caráter irredutivelmente labiríntico da montagem os infinitos fios a serem conectados em um corpo-discurso-performance-político-palanque-conversa... corpo anômico que subverta a estreita separação entre obra, documento, comentário, discursos, imagens, ações, criando tramas insurrecionais.


Ficha técnica: Idealização: Vera Sala e Wellington Duarte | Criadores: Daniel Kairoz, David Xavinho, Diego Marques, Eliana de Santana, Estela Laponi, Helena Bastos, Igor Souza, Julia Katherine, Márcio Greyk, Selma Barreto, Thiago Alexandre, Vera Sala e Wellington Duarte

Entre em contato