Zélia Monteiro

Zélia Monteiro

Balé Clássico

biografia

Bailarina, professora e coreógrafa, fundamenta seu trabalho de ensino da dança na percepção do corpo, como principal processo para aquisição da técnica. Na base de sua pesquisa criativa e pedagógica está o pensamento de Klauss Vianna, com quem trabalhou por oito anos; e a escola clássica italiana, que estudou com Maria Melô, de quem foi assistente por mais de dez anos. Em 1993 recebeu a Bolsa Vitae de Artes para pesquisa coreográfica realizada em Paris, onde residiu por quatro anos. Foi premiada pela APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) em 1987, 1992, 1998, 2010 e em 2016. Em 2014 ganhou o Prêmio Denilto Gomes da Cooperativa Paulista de Dança, na categoria Melhor Solo de Improvisação e foi uma das cinco finalistas do Prêmio Governador do Estado de São Paulo, na categoria Dança.  Dirige o Núcleo de Improvisação desde 2003. É professora no Curso de Comunicação das Artes do Corpo - PUC/SP e dá aulas regulares de dança clássica na Sala Crisantempo.  Criou em 2011 O Centro de Estudos do Balé, a fim de aprimorar o trabalho sobre sua metodologia de ensino desta técnica, junto a um grupo de professores assistentes.